contato@draceleste.com.br

+ 55 51 99712.4100

EMDR

Esclarecimentos específicos sobre a sessão de EMDR

Antes de iniciar a intervenção com EMDR (Eye Moviment Desensitization and Reprocesing), há esclarecimentos que podem auxiliar o cliente a conhecer o processo e permitir melhor aproveitameno dessa abordagem psicoterapêutica para superar traumas antigos, recentes ou mesmo para aprimorar recursos pessoais.

Apesar de mobilizadores, nem sempre os sintomas são o melhor começo para trabalhar com EMDR. A queixa atual resulta de uma história de vida complexa, composta por momentos de conquista, bem como por obstáculos impostos por experiências traumáticas do passado. Por isso mesmo, devemos honrar essa trajetória pessoal e identificar quais lembranças positivas e negativas se relacionam aos sintomas perturbadores que contribuíram para a busca de psicoterapia.

Uma vez feito esse levantamento, abre-se a possibilidade de acessar a memória traumática e reprocessar primeiramente o evento mais antigo até chegar aos dias atuais. Outra abordagem pode ser iniciada pelos eventos menos perturbadores e seguir até as lembranças mais difíceis, ou vice-versa, conforme a necessidade de cada pessoa. Normalmente o reprocessamento de uma memória produz efeitos positivos em outras, com uma sensação de alívio generalizado.

Esse percurso de restauração provavelmente demandará algumas sessões. De início escolhem-se os estímulos a serem empregados para auxiliar os hemisférios cerebrais a “metabolizar” o conteúdo emocional ainda não processado. Além da estimulação visual, há ainda a auditiva ou a tátil, que também podem ser utilizadas. Estudos sugerem que o efeito de qualquer uma dessas formas de estimulação sejam equivalentes para a ativação do cérebro. O mais importante é identificar com qual deles a pessoa se sente mais à vontade.

Depois do acesso estruturado da recordação traumática, segue-se a estimulção bilateral. Inicialmente são feitos poucos movimentos para que a pessoa se familiarize com o método de trabalho. Aos poucos, a frequência ou a intensidade da estimulação é aumentada. É como se fosse um carro que ganha velocidade para uma viagem que inclui trechos com trepidação. Quanto maior a aceleração, mais rapidamente esse material difícil e penoso pode ser atravessado.

O acesso das vias neurais do cérebro prescinde da atenção forçada do cliente para funcionar. À semelhança da meditação, basta observar! Normalmente o começo é mais difícil, angustiante. Com o andamento do processo, contudo, as impressões negativas tendem a ser substituídas por pensamentos positivos e sensações orgânicas de bem estar.

Após a sessão, lembranças e sensações adicionais talvez surjam. O reprocessamento não pára de repente. Quaisquer impressões, recordações ou sonhos devem ser anotados e discutidos na sessão seguinte. Caso persistam dúvidas, sinta-se à vontade para esclarecê-las antes de proseguir.

Veja como funciona a Terapia EMDR

Preencha seus dados

Vamos resolver e trabalhar suas questões, juntos.