contato@draceleste.com.br

+ 55 51 99712.4100

Profissional

Dra. Celeste Oichenaz

Celeste Oichenaz é uma médica que realiza atividade clínica ambulatorial sob o foco de que cada pessoa é única e deve ser avaliada e compreendida como um todo. Em sua formação buscou intensamente capacitar-se, e ainda continua fazendo isso, quanto às patologias mais prevalentes na saúde da família no contexto físico, psíquico e comportamental que podem estar relacionados com o processo de sofrimento da pessoa.

Desde 2010 tem focado e adquirido experiências na área da psiquiatria por meio da intervenção terapêutica medicamentosa e de psicoterapias (sistêmica, psicodinâmica, EMDR) para fins adaptativos, curativos e preventivos baseadas em estudos científicos e reconhecidas internacionalmente. Entre elas: o EMDR e Protocolos de Neuro Optimização BioPsicoFísica por meio da Tecnologia REAC (Radio Elétric Asymmetric Conveyer).

É importante ressaltar que apesar da Terapia REAC ser um tratamento seguro, indolor, não invasivo e sem efeitos colaterais, todo paciente deve ser cuidadosamente avaliado antes de sua indicação.

FORMAÇÃO TÉCNICA PROFISSIONAL

REAC

A tecnologia REAC atua no campo da Neuroestimulação e encontra a sua aplicação em diversas especialidades da medicina, em função do fato que todos os órgãos do nosso corpo são controlados pelo Sistema Nervoso Central e Periférico.

Psiquiatria

Psiquiatria

Muitas desordens do espectro emocional e tom de humor respondem positivamente aos tratamentos de Neuro-Otimização: a intervenção do REAC catalisa efetivamente a modulação do equilíbrio eletroquímico de neurotransmissores dependentes de íons, como gaba e glutamato (sistema "on / off" de cérebro), que por sua vez são responsáveis ​​pelo desequilíbrio de todos os outros neurotransmissores (dopamina, serotonina, noradrenalina) em que dependem a aparência de sintomas psíquicos, como ansiedade e transtornos depressivos.

  1. Entre os transtornos de ansiedade tratados com frequência, distúrbios fóbicos (agorafobia, claustrofobia, ), transtorno de ansiedade generalizada, desempenho ou separação, ataques de pânico, transtorno obsessivo / compulsivo, transtorno de estresse pós-traumático, etc.
  2. Os distúrbios do tom do humor respondem bem aos episódios depressivos menores de origem exógena (reativos a fatores externos), distúrbios cíclimicos, mas também transtornos bipolares. Você também pode enfrentar distúrbios alimentares tanto bulímicos quanto anoréxicos, bem como vários tipos de dependência de substâncias (álcool, tabagismo, drogas, etc.).
  3. No campo pediátrico, muitos tipos de distúrbios específicos de aprendizagem ou linguagem, ou outros como dislexia, disgrafia, dispraxia, etc., são corrigidos com tratamentos de Neuro-Otimizaçã
  4. Mesmo pacientes pequenos com autismo mostram uma redução em seus transtornos neuropsico-comportamentais. A melhoria do quadro clínico é ainda mais visível nas formas de autismo de "alto funcionamento" ou síndrome de Asperger.

Insônia e disturbios do sono.

Neurologia

Neurologia

Desordens do sistema nervoso central potencialmente tratáveis com REAC:

  1. Os resultados de danos de mais ou menos áreas do cérebro ou do tecido nervoso do tronco ou da medula espinal com manifestações neurológicas de défices motores (paresia) ou sensorial (hipoestesia) e / ou comprometidada linguagem (afasia), da compreensão (agnosias) e da capacidade de aprender habilidades motoras (apraxia), como resultado de trauma (acidentes) ou eventos isquêmicos / hemorrágicos (AVC).
  2. Capacidade de operar em fenômenos espasticidade residuais de paresia ou paralisia resultados com protocolos específicos para Neuro-Reabilitação Avançada (Neuro Muscular Optimization) para facilitar a neuroreparação correta e uma recuperação mais rápida e eficaz de funções motoras e sensoriais feridos.
  3. Neuro e bio-otimização em doenças neurodegenerativas como doenças desmielinizantes (esclerose múltipla), demência senil (doença de Alzheimer) e doença de Parkinson (tremor, rigidez, hipocinesia).

Entre os distúrbios de movimento, além de discinesias, distúrbios mioclônicos e TIC, mesmo na Coréia de Huntington (doença neurodegenerativa genética dominante), observamos a atenuação de alguns sintomas físicos, como movimentos bruscos, aleatórios e incontroláveis, bem como distúrbios psíquico-cognitivos / comportamentais em especial nos pacientes com Espectro Autista.

Dor crônica

Dor crônica

Na dor somática e visceral aguda, observa-se um efeito da redução e eventual desaparecimento do sintoma da dor como consequência da solução do processo inflamatório ou traumático que a provocou ou ainda o suporta. De fato, todos os protocolos de tratamento com tecnologia REAC não têm um efeito analítico direto, ou seja, não podem inibir a percepção da "dor de sintomas", mas promovem significativamente uma solução biológica dessas alterações inflamatórias e lesionais específicas que determinam e favorecem, especialmente em estados agudos, alívio e/ou resolução do evento patológico e a dor resultante.

            Em condições de dor crônica, particularmente quando neuropática, que é gerada por um dano celular do tecido nervoso (central: síndrome talâmica) ou periférica (lesão do nervo), é utilizado um protocolo de tratamento específico (neuromodulação antálgica: ANM). Para restaurar a condição fisiológica da transmissão interna e organização do Sistema Nervoso Central (SNC), profundamente modificada na presença de dor crônica (alteração da conectividade neuronal da transmissão e recepção da dor).

            Outro capítulo importante, para o tratamento da dor crônica com a tecnologia REAC, são as dores de cabeça, tanto no aspecto da tensão muscular, que estão relacionados à dor dolorosa muscular epicrânio e/ou artrite cervical, bem como na enxaqueca clássica (vasomotora) em todas as suas variantes. Mesmo em dores de cabeça, vale a pena observar que, em alguns casos, podem ser observados efeitos rápidos ou mesmo imediatos sobre a dor de sintomas em outras matérias, em relação à complexidade e cronicidade da cefaleia e outras variáveis ​​(uso crônico e prolongado de analgésicos) / anti enxaqueca, etc.), o prognóstico a ser formulado pode levar vários longos anos, antes de atingir um efeito satisfatório perceptível. De fato, a intervenção do REAC não suprime a percepção do sintoma, mas age apenas no quadro físico e/ou psicopatológico que o causa e sustenta, reduzindo progressivamente o "peso biológico" da disfunção em andamento.

Doenças relacionadas ao estresse

Doenças relacionadas ao estresse

ALERGOLOGIA: Síndromes Alérgicas, Síndromes Atópicas.

ANDROLOGIA: Impotência, Ejaculação Precoce, Distúrbios da Libido, Infertilidade.

CARDIOLOGIA: Arritmias (Taquicardia, Bradicardia, etc), Palpitações, Hipertensão, Hipotensão.

DERMATOLOGIA: Psoríase, Acne, Eczema, Dermatite, Herpes, Alopécia, Vitiligo.

ENDOCRINOLOGIA: Hipotireoidismo, Hipertireoidismo, Distúrbios de funções Hormonais, Diabetes, Síndrome Metabólica.

GASTROENTEROLOGIA: Dispepsia, Constipação, Colite, Gastrite, Doença de Crohn, Colite Ulcerativa, Hemorróidas, Hepatite Crônica, Distúrbios Funcionais do Sistema Digestivo.

GINECOLOGIA: Dismenorréia, Amenorréia, Irregularidades Menstruais, Menometrorragia, Vulvovaginite, Hipogalactia, Síndrome do Climatério, Infertilidade, Dificuldade de Continuação da Gravidez.

IMUNOLOGIA: Síndromes Auto-imunes.

MEDICINA DO ESPORTE: Prevenção e tratamento de estresse relacionados com síndromes de preparação e competição.

DOENÇAS METABÓLICAS: Síndrome Metabólica, Diabetes, Dislipidemia, Obesidade, Magreza.

DOENÇAS VASCULARES: Doenças Obstrutivas Arteriais, Doença de Raynaud, Transtornos da Microcirculação Arteriovenosa.

OFTALMOLOGIA: Distúrbios Funcionais da Visão.

PNEUMOLOGIA: Distúrbios funcionais da respiração (asma, dispneia, enfisema).

PSIQUIATRIA: Distúrbios Pós-traumáticos, Síndromes Neurovegetativas, Insônia e Distúrbios do Sono.

UROLOGIA: Cistite Recorrente, Enurese, Incontinência, Prostatite.

Reabilitação avançada

Reabilitação avançada

ORTOPEDIA: Artrose, Hérnia de Disco, Miopatia, Frouxidão Ligamentar, Tendinite Rachialgia. Postura Hipercifótica, Postura Escoliótica, Perturbação do Apoio Plantar, Perturbações Posturais Complexas.

TRAUMATOLOGIA: Resultados de Fraturas, Entorses e Lesões Musculares.

REUMATOLOGIA: Artrite Reumatóide, Espondilite Anquilosante, Esclerodermia, Periartrite, Síndrome canalicular (do túnel do carpo e do tarso), Epicondilite, Fibromialgia.

PNEUMOLOGIA: Distúrbios Funcionais da Respiração (Asma, Dispneia, Enfisema).

OTORRINOLARINGOLOGIA: Distúrbios Funcionais da Deglutição, Respiração e Equilíbrio.

ODONTOLOGIA: Bruxismo, Distonia, Distúrbios da Articulação Temporomandibular (ATM), Distúrbios Funcionais de Deglutição e Respiração.

O que é REAC?

O que é EMDR?

Preencha seus dados

Vamos resolver e trabalhar suas questões, juntos.